Sérgio Barros Leitão
PALESTRANTE

Advogado, especializou-se em formular e acompanhar ações judiciais na área de direitos coletivos. De 1990 a 1994, trabalhou no Núcleo de Direitos Indígenas (NDI), uma das organizações que deu origem ao Instituto Socioambiental. Fundador do ISA, foi coordenador das atividades jurídicas até dezembro de 1999. Trabalhou como assessor da presidência da Funai até maio de 2000 e em seguida assumiu o cargo de assessor especial do Ministério da Justiça, no qual permaneceu até a saída do ministro José Gregori em setembro de 2001. De novembro de 2001 a janeiro de 2002 foi assessor da Conselho de Acesso ao Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente. Durante dois anos foi colaborador voluntário da Fundação Rainforest dos Estados Unidos. Foi Diretor Executivo do ISA entre janeiro de 2004 e maio de 2005. Foi diretor de Políticas Públicas do Greenpeace-BR e atualmente integra o Conselho Diretor do Instituto Escolhas